Idiomas

  • ISSN (online): 1678-4774
  • ISSN (printed): 1676-2444

Artigos do Autor

1 resultado(s) para: Clayson M. Gomes

Implantação das diretrizes dos consensos de FAN HEp-2 nos laboratórios clínicos brasileiros

Glaucielen G. Silva; Clayson M. Gomes; Alessandra Dellavance; Paulo Luiz C. Francescantonio; Luís Eduardo C. Andrade; Wilson M. Cruvinel

J. Bras. Patol. Med. Lab. 2017;53(6):368-376

RESUMO

INTRODUÇÃO: A pesquisa de autoanticorpos em células HEp-2 representa uma relevante ferramenta no auxílio diagnóstico de doenças autoimunes, especialmente as reumáticas. Em virtude dos avanços metodológicos, a técnica aumentou gradativamente a sensibilidade, bem como a necessidade de padronização.
OBJETIVO: Avaliar a implantação das recomendações dos consensos brasileiros de pesquisa de autoanticorpos em células HEp-2.
MÉTODOS: Preenchimento de formulário em plataforma virtual direcionada aos laboratórios clínicos que realizam a metodologia. Os participantes responderam a um questionário sobre a adoção das diretrizes dos consensos brasileiros, detalhando os aspectos técnicos, o controle de qualidade, a leitura de lâminas e a emissão de laudos.
RESULTADOS: Participaram do estudo 53 laboratórios responsáveis por mais de 300 mil testes de fator antinuclear (FAN)/mês; mais da metade (58,5%) informou adotar integralmente as recomendações dos consensos. A maioria (83,1%) utiliza a diluição 1:80 para triagem, e 75,5% dos laboratórios, programas de educação e controle de qualidade. Apenas 39,6% utilizam mais de uma marca de kit para a realização do teste, e 32,1% não relataram observar todas as fases do ciclo celular na leitura da lâmina. O estudo detectou ainda discreta heterogeneidade entre participantes na identificação de padrões.
CONCLUSÃO: Os resultados evidenciam a adoção das recomendações dos consensos de forma absoluta pela maioria dos laboratórios participantes, bem como a necessidade de aperfeiçoamento em alguns aspectos relevantes para a qualidade do ensaio.

Palavras-chave: técnica indireta de fluorescência para anticorpo; autoanticorpos.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: The detection of autoantibodies in HEp-2 cells represents a relevant tool for the diagnosis of autoimmune diseases, especially rheumatic autoimmune diseases. As a result of the methodological advances, the technique gradually increased the sensitivity, as well as the need for standardization.
OBJECTIVE: To evaluate the implementation of the Brazilian Consensus recommendations for autoantibody determination in HEp-2 cells.
METHODS: A structured form in a virtual platform was filled in by experts in clinical laboratories that carry out the methodology across the country. The questionnaire addressed the adoption of the Brazilian Consensus guidelines, detailing the technical aspects, quality control, the strategy for reading slides and the release of reports.
RESULTS: The study included 53 laboratories responsible for more than 300,000 antinuclear antibody (ANA) tests/month; more than half (58.5%) reported fully adopting the recommendations of the Brazilian Consensus. The majority (83.1%) used the 1:80 for screening dilution, and 75.5% of laboratories, perform education and quality control programs. Only 39.6% reported using more than one kit brand to perform the test, and 32.1% did not report observing all phases of the cell cycle during slide reading. The study also detected some heterogeneity among participants in the identification of patterns.
CONCLUSION: The results confirm the adoption of the Brazilian Consensus recommendations by most of participating laboratories, although with variable extent. There is need for improvement in some aspects, especially those related to the quality control.

Palavras-chave: técnica indireta de fluorescência para anticorpo; autoanticorpos.

 

Indexadores